The best bookmaker bet365

The Best bookmaker bet365 Bonus

MACEIÓ, QUARTA, 16 DE ABRIL DE 2014
A+ A A-
Jaime Feitosa

Jaime Feitosa

Polícia Civil tem avanços no ano de 2013 em Alagoas

Publicado em Alagoas 2

A desarticulação de diversas organizações criminosas com a elevação no número de prisões, a interiorização das ações, valorização do quadro de pessoal, aumento na produção e conclusão de procedimentos investigatórios, além de investimentos na melhoria da infraestrutura de suas unidades e da questão operacional foram algumas das conquistas da Polícia Civil de Alagoas no ano de 2013.

O delegado-geral Paulo Cerqueira destaca que a gestão integrada que vem realizando aponta para avanços ainda maiores, graças à política de aproximação com a sociedade e a maior integração com os demais órgãos de segurança – Polícia Militar, Perícia Oficial, Corpo de Bombeiros, Sistema penitenciário, Força Nacional e Polícia Federal, além do Exército brasileiro. “A sociedade sente o reflexo desta integração das forças de segurança e, em razão do trabalho conjunto conseguimos tirar das ruas muitos criminosos”, afirmou.

A realização de concurso público para o preenchimento de vagas nos quadros da instituição (40 delegados, 240 agentes e 120 escrivães) é apontada como uma das maiores conquistas do ano passado pelo delegado-geral. O certame era uma reivindicação antiga e vem suprir uma carência sentida há muitos anos. O último concurso fora realizado no ano de 2001.

“Com a nomeação dos candidatos que já concluíram inclusive o curso de formação de policiais, realizado pela Academia de Polícia Civil de Alagoas, teremos condições de aumentar nosso efetivo, principalmente naquelas áreas onde a carência é maior, a exemplo do combate aos crimes de homicídio e o narcotráfico”, salientou Paulo Cerqueira.  

O delegado-geral planeja para os primeiros meses deste ano a implantação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nos moldes dos departamentos existentes em estados do centro-sul do país, e que vem dando excelentes resultados, e também do Departamento de Repressão ao Narcotráfico.

Os levantamentos feitos pela Polícia Civil de Alagoas mostram a intensificação do combate a organizações criminosas, nas suas diversas modalidades, inclusive nos crimes praticados contra instituições financeiras no Estado. A Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) foi responsável por inúmeras prisões em operações, como a “Saly”, “Playboy” e “Reside 1, 2 e 3”, de enfrentamento à criminalidade organizada.

Principal causa dos crimes de homicídios acontecidos no Estado, a questão do narcotráfico vem merecendo uma atenção especial por parte da Polícia Civil alagoana, com ações de enfrentamento direto aos traficantes.

Os dados da Polícia Civil revelam o aumento da produção de procedimentos investigatórios concluídos - Inquéritos Policiais, Investigações de Ato Infracional (adolescente infrator), Boletins de Ocorrência Circunstanciados e Termos Circunstanciado de Ocorrência – com a participação de todas as Diretorias de Polícia Judiciária (DPJs), da Diretoria de Recursos Especiais (DRE) e das delegacias distritais e especializadas.

Um quadro geral mostra que nos últimos cinco anos a PC alagoana concluiu 71.191 procedimentos investigatórios, e esse número tem experimentado uma crescente significativa nos últimos três anos. Em 2011, foram 12.053 procedimentos; em 2012, o número subiu para 13.133, e no ano de 2013 chegou aos 18.993 procedimentos.

A conclusão de inquéritos policiais também vem crescendo. De acordo com dados da Diretoria de Estatística e Informática (Deinfo), em 2011, foram 7.718; em 2012, subiu para 8.711, e o número chegou aos 14.324 inquéritos concluídos em 2013. Este número significa 69% de todos os inquéritos instaurados no período.

Novo modelo de gestão

Estes avanços, segundo Paulo Cerqueira, são resultado de um novo modelo de gestão implantado na instituição onde a integração dos seus profissionais é prioridade. Além disso, a interiorização das ações foi fundamental, como também as diversas licitações realizadas para aquisição de equipamentos; a criação de um Setor de Planejamento e Projetos, a assinatura do termo de convênios para a execução de melhorias das Delegacias de Defesa dos Direitos das Mulheres de Maceió e Arapiraca, com a aquisição de mobiliário, viatura e armamentos, e também de melhorias para a Delegacia dos Crimes Contra a Criança e o Adolescente.

Por meio de convênio com a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), sob a responsabilidade da Coordenadoria Setorial de Gestão Administrativa e Finanças (CSGAF) da PC, estão sendo adquiridos equipamentos para as 12 cidades mais violentas do Estado, inclusive veículos.

A construção da Central de Flagrantes, no bairro do Farol, inclusive com um novo modelo de plantonista na Capital, e a aquisição e reforma da nova sede da Deic (Diretoria Especial de Investigação e Capturas), além da recuperação de diversas delegacias no interior do Estado, entre elas as Regionais de Palmeira dos Índios, Matriz do Camaragibe e as distritais de Boca da Mata, Coqueiro Seco, Santa Luzia do Norte e Girau do Ponciano, foram outras conquistas. Estão também em andamento as obras de recuperação das delegacias de Cajueiro, Porto Real do Colégio e São Luiz do Quitunde.

Para 2014, existe projeto para que cada policial civil receba uma arma. Serão adquiridas 880 pistolas, com recursos do Proinveste e Funesp. Está prevista também a aquisição de 1 mil algemas e o mesmo número de coletes balísticos, quatro viaturas para o Tigre (Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais), uma delegacia móvel, como ainda a reforma do auditório da sede da instituição, e instalação de quiosque para registro de BOs (Boletins de Ocorrência) no Maceió Shopping, em Mangabeiras.

“A união dos componentes da Polícia Civil, a integração com os demais órgãos de segurança e o apoio do governador Teotonio Vilela Filho, do secretário Dário César, do Poder Judiciário – especialmente da 17ª Vara da Capital -, e do Ministério Público Estadual, foram fundamentais para os resultados alcançados em 2013. Esperamos avançar ainda mais este ano”, concluiu o delegado-geral Paulo Cerqueira.


GEAI realiza trabalho preventivo em bairros de Maceió

Publicado em Alagoas 2

O Grupo Especial de Apoio Investigativo (GEAI), da Polícia Civil de Alagoas, comandado pelo delegado Kelmann Vieira, iniciou trabalho preventivo nos bairros de Maceió, por meio de abordagens de veículos e pessoas na busca por armas e drogas.

O chefe de operações, Jorge Mendes, revelou que o serviço teve o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).

A primeira operação foi realizada na segunda-feira (30), no início da praia da Pajuçara, local onde vários automóveis foram revistados. Não houve apreensões.

Jorge Mendes informou que as operações serão estendidas a outros bairros da capital, com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade, conforme é a determinação do delegado-geral Paulo Cerqueira.


A Polícia Civil de Alagoas vem ampliando os seus serviços de atendimento à sociedade, inclusive no que se refere aos registros de Boletins de Ocorrência (BOS). A mais recente novidade é a instalação de um espaço para esse procedimento no Maceió Shopping, no bairro de Mangabeiras.

O projeto idealizado pelo delegado-geral Paulo Cerqueira está em andamento e já no mês de janeiro estará em funcionamento. “Queremos oferecer todas as facilidades e melhoria no acesso aos nossos serviços, e para isso contamos com o apoio da Secretaria de Defesa Social e do governo de Alagoas”, disse o delegado-geral.

O espaço para a confecção dos BOs está sendo instalado numa parceria com o Maceió Shopping, no  andar térreo do estabelecimento comercial, e inicialmente os policiais civis atenderão à população em geral, no horário das 15h às 21h.

Mais facilidade

A PC alagoana reativou também o atendimento à população na Praia do Francês, em Marechal Deodoro.

O atendimento da equipe de policiais civis acontece diariamente – de domingo a domingo - durante todo o período de verão, para registro de Boletins de Ocorrências (BOs), que aumenta nesta época do ano. O serviço é realizado em um posto de monitoramento da Guarda Municipal.

A iniciativa visa facilitar a confecção do procedimento policial, e contou com a parceria da Prefeitura de Marechal Deodoro, que cedeu o espaço para a realização dos trabalhos.

Os BOs produzidos no posto de atendimento do Francês serão remetidos para a delegacia de Marechal Deodoro, cujo titular – delegado Jobson Cabral – está sendo designado para responder também pela delegacia distrital de Barra de São Miguel, outro pólo que atrai milhares de turistas nesta época do ano.

Além disso, a população alagoana e turistas podem recorrer à Delegacia Interativa, via internet (delegaciainterativa.al.gov.br), para o registro dos Boletins de Ocorrência.

A Delegacia Interativa é um serviço que visa alcançar maior agilidade no atendimento ao cidadão, além de proporcionar uma diminuição do fluxo de pessoas nas delegacias convencionais para o registro de ocorrências, podendo o usuário comodamente, registrar extravio (perda) e o furto (subtração sem violência) de documentos pessoais e celulares.

Para se ter ideia de sua dimensão, desde que foi criado, o serviço já teve 1.148.735 (um milhão cento e quarenta e oito mil setecentos e trinta e cinco) acessos, com o registro de 48. 578 Boletins de Ocorrência.

TELEFONES ÚTEIS

ESCALA DE FÉRIAS - 2014

banferias1

Delegacia Geral © Polícia Civil de Alagoas | Todos os Direitos Reservados - 2013. ADM: Emerson Lima

Дървен материал от www.emsien3.com